Serei Nada

Desenho de Ana Guerreiro, 1991

Desenho de Ana Guerreiro, 1991

Antes, era nada

Na finitude de ser coisa, com nome

Incapaz de ver o nada donde fui tirado

E o infinito em que estou mergulhado

Revelo um segredo...

Serei Nada